O futuro do fashion rental

Fotos do pôr do sol têm batido recordes de reprodução no Instagram no nosso país.

O céu encantou a todos e mesmo para quem não consegue apreciar a cena, não faltam dias que a natureza novamente nos presenteia com o mix das cores laranja, rosa e amarelo e paletas derivadas, quase nunca vistas juntas principalmente para quem vive na cidade de São Paulo.

A natureza está em tempo de respiro, o mundo parou e ela começou a se recuperar após um período de retrocessos. Muita coisa mudou e vai mudar ainda mais, no âmbito ambiental, a mudança chega de forma positiva, menos impacto ambiental pela diminuição da atividade industrial, menos poluição no ar causada pelos carros e reavaliação dos hábitos de consumo.

É fato que a produção têxtil está entre as indústrias mais poluentes do mundo.

As emissões de carbono, o uso de produtos químicos e de água são fatores que fazem com que sua produção seja complexa, pois envolve outras indústrias nos seus processos e, fatalmente, um impacto ambiental enorme.

O tempo de reclusão estimulou reflexões sobre o consumo. A proximidade com nossos objetos pessoais nos fez questionar certos motivos de ter consumido certas coisas, avaliar o sentido daquilo no dia a dia, sua usabilidade e seu valor. É uma responsabilidade cidadão que se aflora, a busca de um consumo consciente com menor impacto no meio ambiente e na comunidade ao redor – uma discussão presente há anos mas, que, para muitos o sentido só foi encontrado agora – onde, como e por que gastar o dinheiro?

Já para as marcas de moda que não migraram para o online, ou pelo menos no processo de migração o cenário atual está longe de ser favorável. Com as lojas fechadas essas empresas enfrentam problemas gravíssimos – acúmulo de estoque e a falta de caixa. Uma alternativa para esse problema, nos Estados Unidos, segundo um artigo da Cathaleen Chen no Business Of Fashion, é o fashion rental.

Sustentada por conceitos implementados em serviços como uber e airbnb, cresce o número de empresas que decidem participar ou implementar o modelo rental em seus negócios. Seguindo a mesma história dos modelos disruptivos de empresas de tecnologia e inovação que transformaram o padrão de consumo, se, no Brasil, for bem recebido como foi nos EUA com a startup Rent The Runway e utilizado por marcas como Ann Taylor, Express, New York & Company, Vince, American Eagle, Scotch & Soda e Urban Outfitters, haverá uma mudança significativa no modo de consumo – o que prolonga a vida útil da peça, estimula a economia circular e menor impacto ambiental com a produção causado pela alta demanda de compra. 

O melhor formato para manter a comunidade do rental é criar utilizar o formato de assinaturas que implica um melhor relacionamento com o cliente, o mantém em um sistema de reposição frequente para compras de rotina a fim de se manter um guarda roupa atualizado com as tendências e para ocasiões especiais.

Na prática, imagine, ou melhor, entenda! Ao assinar o clube de assinaturas, aqui nomeamos HI-LO Club, dependendo do plano que escolher, você usufrui de uma seleção de peças e, toda semana, escolhe entre as peças disponíveis a que mais combina com a sua semana, de frio, de calor, com festa, sem festa, com aniversário, com date, um date com a amiga, passeio do final de semana. Você recebe tudo de forma rápida e fácil, usa! E nós cuidamos de todo o resto, como logística, lavanderia e passadoria.

Mas o que você deve estar se perguntando é: terá demanda? As pessoas vão abraçar esse conceito?

Será o plus para o estilo de vida prático, por ter disponível uma variedade de peças, sem pensar em repetição e, mesmo se amou e deseja ter ela para sempre no seu guarda roupa, tem a possibilidade de comprar pelo HI-LO Shop.

Muitas mulheres tem dificuldade em ter um guarda roupa com as últimas tendências com alguém organizando a sua semana do que usar e como usar – nem sempre é uma tarefa simples, ou melhor, não é uma tarefa simples, para elas um plano de assinatura de roupas que permite vestir peças atuais sem com a conveniência que todo o serviço propõe.

Mulheres que trabalham com moda ou amam moda estão imersas nesse universo mas para quem vive distante, um guarda roupa personalizado por uma consultora de imagem, com variedade de peças e marcas vale o preço. Sem precisar se preocupar com lavagem, passanderia e melhor, em gastar todos os meses com peças que não sabe com o que e nem quando usar. Planejar o que vai usar no dia seguinte já é uma felicidade ao acordar, imagina planejar para a semana inteira, sem precisar provar, simplesmente receber sugestões, clicar no que agrada e receber. É show.

Por que você não vem agora? Vem provar essa experiência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *